COMO PRESCREVER UM PROGRAMA INICIAL DE EXERCÍCIOS PARA O EMAGRECIMENTO?

11/10/2018 11:31

É sabido sobre a eficácia da prática regular de exercícios físicos para o emagrecimento e a prevenção de ganho de peso. Mas qual a intensidade e os tipos de exercícios que podem contribuir inicialmente com a perda de peso e prevenir o aumento dele.

  • Fiquem atentos, pessoas SEDENTÁRIAS E OBESAS geralmente VISUALIZAM os exercícios como um “sacrifício” ou “algo impossível” (Nutr Metab Cardiovasc Dis 2013;23: 337e43). Assim, um programa de exercícios INICIAL (até 8 semanas) com objetivo de EMAGRECIMENTO deve ser prescrito com intensidade moderada (40% a 60% do VO ou 50% a 70% de 1RM), associado a uma moderada percepção de esforço.
  • Recomendação: aumente 5% da intensidade de esforço a cada 6 sessões de treino.
  • Um estudo publicado na Health Psychol 2002;21:452e8 concluiu que um programa INICIAL de treinamento com intensidade moderada para adultos obesos ou com sobrepeso apresentou maior ADESÃO. Além disso, sujeitos que realizaram um programa de exercícios com alta intensidade não apresentaram ADERÊNCIA a este. É importante mencionar que os efeitos de um programa inicial de exercícios com alta intensidade (>65% do VO ou 75% de 1RM) podem contribuir para danos em articulações, tendões e sistema cardiovascular em populações obesas ou com sobrepeso.
  • Lembrem-se: INDIVÍDUOS OBESOS apresentam baixa autoeficácia, mau humor e não costumam ter familiarização com exercícios de alta intensidade. Assim, se você começar “pegando pesado”, não atingirá o objetivo do cliente e reduzirá a aderência.

Então a prescrição do programa de treinamento deve focar na PERDA DE PESO e não na PERDA DA MASSA MUSCULAR.

  • Diretrizes científicas (American College of Sports Medicine and American Diabetes Association) recomendam pelo menos 150 minutos por semana de exercícios aeróbicos moderados, combinados com três sessões semanais de exercícios moderados de força, para aumentar a força muscular (aumentando a taxa metabólica basal e a síntese de irisina).

Prof. Dr. Alex Souto Maior

  • Pós-doutor em Fisiologia – UFRJ
  • Doutor em Fisiologia – UFRJ
  • Mestre em Engenharia Biomédica – UNIVAP
  • Especialista em Treinamento de força – UGF
  • Graduação em Educação Física – UCB
  • Professor e Pesquisador do programa de pós-graduação stricto sensu em Ciência da Reabilitação – UNISUAM
Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: